Cronograma Imposto de Renda 2020

Anualmente, os trabalhadores brasileiros devem se atentar à uma série de assuntos que serão fundamentais para evitar dores de cabeças ao decorrer do ano. Um desses assuntos é o imposto de renda 2020, um tributo arrecadado pela Receita Federal brasileira. Por isso, é essencial que esteja por dentro de todos os assuntos para evitar equívocos e esquecimento do prazo de entrega de cada fase do IRPF 2020. Uma forma de ficar por dentro dessas informações é por meio do cronograma Imposto de Renda 2020. Então, quer se informar um pouco mais sobre esse calendário? Leia o artigo abaixo.

Cronograma Imposto de Renda 2020

Cronograma Imposto de Renda 2020


Calendário do Imposto de Renda 2020

O cronograma Imposto de Renda 2020 foi divulgado desde o início de janeiro, já com o objetivo de atentar aos contribuintes à respeito dos prazos de entrega da declaração do IRPF 2020. O Imposto de Renda é uma quantia descontada anualmente do rendimento do trabalhador. A quantidade descontada depende da faixa salarial do trabalhador. Portanto, para saber à respeito do valor descontado, o contribuinte deverá consultar a tabela de alíquota do IRPF 2020.

Calendário Imposto de Renda 2020

Calendário Imposto de Renda 2020

A entrega da declaração do imposto de renda 2020 é obrigatória. Ou seja, a não efetuação do envio do IRPF 2020 pode acarretar em vários problemas, como, por exemplo, o pagamento de uma multa estimada em R$ 165,74, sendo este o valor mínimo.


Cronograma Imposto de Renda 2020

Uma forma de ficar atento à respeito da datas de cada atividade que envolve o imposto de renda é ficar de olho no cronograma, uma tabela que possui todas informações sobre as atividades do imposto de renda 2020. Caso seja uma pessoa com pouca memorização e desatenciosa, é recomendado que anote todas as fases do cronograma do imposto de renda 2020 em um papel e fixe em um local visível.

Cronograma Imposto de Renda 2020

Cronograma Imposto de Renda 2020


Prazo Imposto de Renda (Prazos para o ano de 2020)

  • 20 de janeiro de 2020: disponibilização dos programas auxiliares para download, como carnê-leão e ganho de capital.
  • 23 de fevereiro de 2020: disponibilização do Programa Gerador da Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física 2020 (DIRPF) para download. Assim como, fim da disponibilização do Rascunho da Declaração relativo à DIRPF 2020.
  • 2 de março de 2020: início do recebimento da declaração de imposto de renda de pessoa física 2020.
  • 2 de março de 2020: disponibilização das declarações m-IRPF e pré-preenchida.
  • 28 de abril: término do prazo de envio da declaração do imposto de renda 2020.

O download de todos os programas para elaboração da declaração do imposto de renda pode ser baixado gratuitamente no site oficial da Receita Federal do Brasil. O software é compatível com os principais sistemas operacionais do mercado. O contribuinte também poderá enviar a declaração do IRPF 2020 por meio do seu smartphone. A receita federal disponibilizou um aplicativo gratuito para smartphone com sistema operacional Android e iOs. O aplicativo também é gratuito. Portanto, se apresse para elaborar sua declaração e evitar multas e problemas.


Cronograma de Restituição IRPF 2020

Fique atento à entrega da restituição do Imposto de Renda. A ordem das restituições segue a ordem da entrega das declarações do IRPF. Por isso, quanto mais cedo você entregar, mais rápido receberá sua restituição.

O pagamento da restituição 2020 será feito em 7 lotes, ao longo do ano:

  • 1º lote da restituição: 16 de junho
  • 2º lote da restituição: 17 de julho
  • 3º lote da restituição: 15 de agosto
  • 4º lote da restituição: 15 de setembro
  • 5º lote da restituição: 16 de outubro
  • 6º lote da restituição: 16 de novembro
  • 7º lote da restituição: 15 de dezembro

Quem Deve Declarar Imposto de Renda

Se você assim como milhares de pessoas está se perguntando quem deve declarar imposto de renda, saiba que as pessoas que obrigatoriamente tem que fazer sua declaração do imposto de renda são:

  • Pessoas que receberão rendimento tributáveis ao longo do ano de 2020, superior a R$ 28 mil, o que resultado em uma média salarial em torno de R$ 2 mil reais mensais, mais ou menos.
  • Pessoas as quais tiveram rendimentos que não são passíveis de tributação acima de R$ 40 mil, esses são os rendimentos que você não paga imposto ao Governo como por exemplo salário de férias, vale refeição ou transporte, entre outros.

Caso esteja com alguma dúvida sobre a elaboração do IRPF 2020, é recomendado que procure um profissional especializado, como um contador.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...